sexta-feira, 20 de outubro, 2017

Cobre opera em baixa em Londres e NY com valorização do dólar

Os futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova York, pressionados pela valorização do dólar ante outras moedas. Por volta das 8h35 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) caía 0,33%, a US$ 7.017,00 por tonelada. Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para entrega em dezembro tinha queda de 0,17%, a US$ 3,1900 por libra-peso, às 9h09 (de Brasília). O índice DXY do dólar se fortalece nos negócios da manhã, tornando o cobre mais caro para investidores que utilizam outras moedas. Investidores dos mercados de metais também estão atentos ao 19º Congresso do Partido Comunista da China, que começou nesta quarta-feira, em busca de novos sinais da política de Pequim para promover o crescimento. Em discurso de abertura, o presidente chinês, Xi Jinping, reiterou promessas anteriores de abrir o setor de serviços para mais investimentos estrangeiros e liberalizar ainda mais as taxas de juros. No fim da noite de hoje, a China, que é o maior consumidor mundial de metais básicos, irá divulgar seus últimos dados de Produto Interno Bruto (PIB), produção industrial, vendas no varejo e investimentos em ativos fixos. Outros metais na LME operavam sem direção única: o zinco subia 0,52% no horário indicado acima, a US$ 3.090,50 por tonelada; o alumínio caía 1,17%, a US$ 2.117,00 por tonelada, o estanho diminuía 0,78%, a US$ 20.230,00 por tonelada, o níquel avançava 0,21%, a US$ 11.795,00 por tonelada, e o chumbo perdia 0,82%, a US$ 2.475,00 por tonelada.
Infomet - 20/10/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP