segunda-feira, 16 de outubro, 2017

Favoritos à mesa, arroz e feijão voltam a ter queda nos preços

Um ano após assustar o consumidor por causa da explosão de preços, o feijão com arroz, dobradinha tradicional na mesa dos brasileiros, voltou a patamares mais confortáveis para o orçamento familiar e ainda está deixando a inflação para trás em Campo Grande. De janeiro a setembro deste ano, o preço médio do grão carioquinha acumula queda de 15,04% no preço médio comercializado na Capital, de acordo com levantamento do Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais (Nepes) da Uniderp. O percentual é dez vezes inferior à inflação do período, de 1,50%, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Campo Grande. O feijão preto teve redução ainda maior, de 38,95% no mesmo período, enquanto para o arroz a retração acumulada é de 9,01%. O coordenador do Nepes, Celso Correia de Souza, destaca que para os dois grãos foram observadas expressivas quedas de preço, dependendo da marca do produto. Em se tratando do feijão carioca — encontrado no início do ano pelo preço médio de R$ 5,12 e em setembro por R$ 4,35 —, a pesquisa incluiu quatro marcas do tipo 1 e de um quilo e em todas foi registrada queda, que chegou ao índice máximo de -28,91% para a marca Bem-Te-Vi. Os valores máximo e mínimo encontrados foram de respectivamente R$ 3,92 (nas marcas Paquito e Sakura) e R$ 5,99 (Guacirá).
Notícias Agrícolas - 16/10/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP