quarta-feira, 25 de outubro, 2017

IEA prevê crescimento na demanda por petróleo no sudeste asiático até pelo menos 2040

CINGAPURA - A demanda do sudeste asiático por petróleo continuará crescendo até pelo menos 2040, com as nações emergentes dependendo do combustível fóssil para transportar suas populações em rápida expansão, exportar produtos e produzir plástico, disse a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) nesta terça-feira. O uso de petróleo na região aumentará para cerca de 6,6 milhões de barris por dia em 2040, ante 4,7 milhões de barris por dia atualmente, com o número de veículos nas ruas aumentando para cerca de 62 milhões, disse a agência em um relatório. Não foram feitas projeções para além de 2040. O esforço global para substituir os motores a combustão por veículos elétricos para combater as mudanças climáticas aumentou as preocupações da indústria petrolífera de que a demanda pela commodity pode atingir o pico nos próximos 10 a 20 anos. Mas o petróleo continuará a corresponder a 90 por cento da demanda de transportes no sudeste asiático, especialmente no que diz respeito a caminhões e navios, disse o diretor de mercados de energia e segurança da IEA, Keisuke Sadamor, durante a Semana Internacional de Energia de Cingapura. "A menos que haja qualquer mudança tecnológica drástica que possa descarbonizar estas áreas, nós não esperamos que a demanda por petróleo caia", disse ele. Enquanto isso, a demanda geral do sudeste asiático por energia deve subir quase 60 por cento até 2040 ante os níveis atuais, guiada pela geração de energia, enquanto o aumento da renda na região leva mais pessoas a comprarem eletrodomésticos como aparelhos de ar-condicionado, disse a IEA.
DCI – 24/10/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP