sexta-feira, 06 de outubro, 2017

Petróleo fecha em alta

O petróleo fechou em alta nesta quinta-feira (5), impulsionado por recentes declarações de uma possível extensão no acordo de corte da Opep. Em Nova York, o contrato futuro do WTI para entrega em novembro fechou com alta de 1,6%, a US$ 50,79 o barril, enquanto o Brent, em Londres, subiu 2% e encerrou a sessão a US$ 56,94 o barril. Uma queda na véspera foi motivada pela visita do rei da Arábia Saudita a Moscou, que animou investidores pela possibilidade de as duas nações estarem debatendo uma extensão no acordo de corte. O presidente russo Vladimir Putin disse ainda essa semana que o acordo da Opep poderia ser prorrogado até o final de 2018. Atualmente, ele se encerra em março do ano que vem. A próxima reunião da Opep está marcada para o dia 29 de novembro, em Viena. Entretanto, a Líbia reiniciou a produção em seu principal campo de petróleo após terem suas atividades paralisadas por causa de um ataque militar no final de semana. Ao mesmo tempo, nos EUA, a produção chegou ao maior nível em mais de dois anos. Às 11h00, o barril de Brent para dezembro negociado na ICE, em Londres, tinha alta de 1,38%, a US$ 56,57. Já o barril de WTI para entrega em novembro, negociado no Nymex, em Nova York, avançava 0,86%, a US$ 50,41. De acordo com os dados do Departamento de Energia dos EUA, houve queda de 6,023 milhões de barris de petróleo bruto, contra a expectativa de queda de apenas 756 mil. Por outro lado, houve avanço na produção norte-americana, para o maior nível desde julho de 2015, para 9,561 milhões de barris por dia.
Jornal do Brasil - 05/10/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP