sexta-feira, 27 de outubro, 2017

Petróleo fecha em alta com declarações da Arábia Saudita

O petróleo fechou em alta nesta quinta-feira (26), com o mercado focado nos comentários da Arábia Saudita sobre acabar com o excedente global. O petróleo Brent fechou com alta de 1,5%, a US$ 59,30 por barril, seu maior fechamento desde 3 de julho de 2015. O petróleo dos Estados Unidos encerrou em alta de 0,9%, a US$ 52,64 por barril, seu maior fechamento desde 17 de abril. Os contratos futuros se recuperaram da queda de ontem após a agência de energia dos EUA mostrar que os estoques de petróleo do país subiram 856 mil barris. A expectativa do mercado era de nova queda, de 2,6 milhões de barris. O relatório também mostrou que a produção doméstica recuperou 1,1 milhão de barris por dia (bpd) para 9,5 milhões, e que as importações líquidas aumentaram pouco mais de 500 mil bpd, após a queda motivada pelo furacão Nate na semana anterior. Às 10h03, o barril de Brent para dezembro negociado na ICE, em Londres, tinha queda de 0,22%, a US$ 58,31. Já o barril de WTI para entrega em dezembro, negociado no Nymex, em Nova York, recuava 0,02%, a US$ 52,17. Às 13h37, o Brent tinha alta de 0,24%, a US$ 58,58, enquanto o WTI avançava 0,40%, a US$ 52,39. Em maio, a Opep e grandes exportadores como a Rússia decidiram prorrogar o acordo para cortar 1,8 milhões de barris/diários da oferta global até março de 2018.
Jornal do Brasil - 26/10/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP