quinta-feira, 05 de outubro, 2017

Previsão de superávit na safra mundial reduz preços do açúcar em NY e Londres

Na terça-feira, na bolsa de Nova York, os preços do açúcar registraram uma queda no mercado futuro. No vencimento março/18, a desvalorização foi de 27 pontos, com negócios firmados em 14.04 centavos de dólar por libra-peso. Os contratos para maio/18 também retraíram 27 pontos, negociados em 14.15 centavos de dólar por libra-peso. Nas demais telas, os preços caíram entre 26 e 29 pontos. Os contratos "devolveram" os ganhos por fundamentos de curto prazo. "A previsão de um superávit de quase 4 milhões de toneladas na oferta mundial em 2017/18 e a produção acima do esperado no Brasil na primeira metade de setembro - de 3,13 milhões de toneladas de açúcar - ainda pressionam o mercado. O volume foi quase 30% acima do registrado em igual período de 2016", informou o jornal. Em Londres, na tela dezembro/17, os contratos foram comercializados em US$ 365,50 a tonelada, alta de 3,60 dólares. No lote março/18, a commodity foi vendida a US$ 368,80 a tonelada, queda de 4,40 dólares. Os demais contratos caíram entre 5,20 e 6,40 dólares. Mercado interno No Brasil, segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, os preços do açúcar se recuperaram no dia 04 após uma queda no início da semana. A saca de 50 quilos do tipo cristal foi comercializada a R$ 52,93, alta de 0,51% no comparativo com a véspera. Etanol O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, subiu mais uma vez ontem, de acordo com os índices da Esalq/BVMF. O biocombustível foi negociado a R$ 1.563,00, alta de 0,03% em relação aos preços praticados no dia anterior.
Agrolink – 04/10/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP