quinta-feira, 23 de novembro, 2017

Exportação de café de Uganda pode atingir 4,81 milhões de sacas em 2017/18

As exportações de café do Uganda podem aumentar 4% na safra 2017/18, beneficiadas por lavouras que iniciaram a produção e por condições climáticas favoráveis, estima o vice-diretor executivo da União Nacional do Agronegócio do Café e Empresas Agrícolas, David Muwonge, órgão que representa os cafeicultores do país. Os embarques podem atingir 4,81 milhões de sacas de 60 kg no ciclo iniciado em outubro deste ano, volume acima das 4,61 milhões de sacas exportadas em 2016/17. “Mais pés de cafés novos estão entrando em fase de produção e, com as chuvas abundantes, as exportações continuarão a ter bom desempenho”, afirma o executivo. Até a safra de 2015/16, a indústria cafeeira da Uganda registrava quedas nas exportações por três temporadas. Milhões de cafezais foram plantados há cinco anos e agora atingem a maioridade, contribuindo para revitalizar a produção do líder africano no fornecimento do grão. A Uganda planeja plantar 900 milhões de pés de café até 2020, com o objetivo de dobrar as exportações anuais, para 8 milhões de sacas. A maior parte do grão cultivado no país é da variedade robusta, de sabor amargo, utilizado principalmente para a fabricação de bebidas instantâneas e expressos. O crescimento na produção de Uganda ocorre em meio à estagnação das exportações globais de robusta, o que provavelmente aumentará os ganhos do país, dizem traders.
Estadão – 22/11/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP