quinta-feira, 23 de novembro, 2017

Soja com preços mistos no Brasil

As cotações da soja tiveram na quarta-feira (21.11) mais um dia de baixas de preços no mercado físico brasileiro, descolando da tendência verificada na Bolsa de Chicago (CBOT). Por exemplo, no interior do País, a saca de soja (60 quilos) foi vendida a R$ 53,57 em Sorriso (Mato Grosso). A cotação significou uma baixa de 0,50% sobre os R$ 53,84 oferecidos na última avaliação. Já no Porto de Paranaguá (Paraná), a saca de 60 quilos da oleaginosa disponível foi comercializada por R$ 75,00, o que representou uma alta de 1,35% sobre a última cotação. Todos os preços são FOB (Free On Board – contrato de exportação com custos de transporte interno incluso até o carregamento do navio). FUNDAMENTOS “O cenário climático generalizado para a América do Sul tem sido bastante atípico desde o começo da temporada da safra 2017/18. Com atrasos das chuvas no Centro-Oeste e Nordeste do Brasil em outubro e a recente falta de chuvas significantes sobre a Argentina, tem aumentado cada vez mais a preocupação do Mercado sobre o desenvolvimento da soja, milho e trigo sul-americano. Entretanto, a ARC lembra que nenhuma ameaça climática é observada, e que apenas incertezas são levantadas”, afirma a Consultoria AgResource. As projeções atualizadas do Serviço Australiano de Meteorologia trazem uma formação de La Niña para dezembro, janeiro e fevereiro: “Caso confirmado, o La Niña poderá concretizar tais ameaças climáticas, principalmente na região central Argentina e no extremo sul do Brasil. Este fenômeno climático caracteriza chuvas mais escassas para tais regiões, o que poderá diminuir o potencial produtivo das culturas de verão”.
Agrolink - 23/11/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP