quinta-feira, 30 de novembro, 2017

Tereos confirma previsão e encerra safra de cana mais cedo, com moagem 2% maior

O encerramento das atividades em novembro, mais cedo do que no ano anterior, confirma a projeção feita em outubro por um diretor da companhia. Em comunicado, a Tereos informou que o mix de produção na atual temporada foi 62,5 por cento para o açúcar e 37,5 por cento para o etanol, mas não revelou quanto produziu de cada. Com sete usinas no noroeste do Estado de São Paulo, a empresa registrou neste ano uma média de 11,9 toneladas de açúcar por hectare, alta 11 por cento ante a média de 2016/17, que foi de 10,7 t/ha. A produtividade agrícola ficou em 84 toneladas de cana por hectare, ante 78 t/ha no passado, ao passo que o nível de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) cresceu 4 por cento, para 141 kg por tonelada de matéria-prima processada. “Além do clima favorável, o bom resultado se deve à melhoria dos nossos processos agrícolas, melhor uso de variedades e aplicação da tecnologia e agricultura de precisão”, afirmou em nota o diretor da Região Brasil do grupo Tereos, Jacyr Costa Filho. Enquanto a moagem de todas as usinas do centro-sul deverá registrar uma queda de quase 4 por cento na temporada, o grupo conseguiu elevar o processamento em 2 por cento, ressaltou a empresa. Segundo a Tereos, o início da safra apresentou índices pluviométricos acima da média. No período de junho a agosto, contudo, a região registrou um volume 92 por cento menor de chuvas ante 2016, contribuindo para uma maior concentração de sacarose. Para a próxima safra, a 2018/19, a Tereos planeja elevar a capacidade total de moagem do grupo para 23 milhões de toneladas, de 22 milhões atualmente, graças a investimentos na Usina Tanabi, localizada no município homônimo do interior paulista.
Reuters - 30/11/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP