sexta-feira, 30 de junho, 2017

Cade rejeita a fusão entre as empresas Kroton e Estácio

BRASÍLIA - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) reprovou nesta quarta-feira a compra da Universidade Estácio pela Kroton, anunciada em junho do ano passado. Essa é uma das maiores operações já vetadas pelo conselho.
Em um julgamento que durou mais de seis horas, cinco conselheiros votaram pela rejeição. A conselheira relatora, Cristiane Alkmin, votou pela aprovação do caso com restrições que incluiriam a venda da marca Anhanguera e um pacote com 258 mil alunos. Os conselheiros Gilvandro Araújo, Alexandre Cordeiro, João Paulo de Resende e Paulo Burnier votaram contra, assim como o presidente do Cade, Alexandre Barreto, que tomou posse na semana passada.
A compra da Estácio foi anunciada pela Kroton por R$ 5,5 bilhões e criaria um grupo com valor de mercado de R$ 30 bilhões. Em 2013, a Kroton já havia comprado a Anhanguera, criando o maior grupo de educação do país.
O Estado de S. Paulo - 28/06/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP