quarta-feira, 21 de junho, 2017

Cobre opera em alta, diante do dólar mais fraco

O cobre opera com ganhos na manhã desta quarta-feira, com o dólar mais fraco após uma semana de ganhos da moeda americana. Na London Metal Exchange (LME), o cobre para três meses subia 0,28%, a US$ 5.684 a tonelada, por volta das 7h45 (de Brasília). Às 8h08, o cobre para julho avançava 0,33%, a US$ 2,5630 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex). O dólar mais fraco tende a apoiar as commodities denominadas nessa moeda, entre elas os metais. Com esse movimento no câmbio, o cobre fica mais barato para os detentores de outras divisas, o que aumenta o apetite dos investidores. Os investidores do cobre, por sua vez, têm reagido pouco a riscos recentes para a oferta do metal, como a decisão de funcionários da mina indonésia Grasberg, da Freeport-McMoRan, de prolongar uma greve em julho, segundo a corretora Marex Spectron. Outros problemas potenciais para a produção, porém, continuam a ocorrer no Peru. Entre outros metais básicos negociados na LME, o alumínio recuava 0,66%, a US$ 1.875 a tonelada, o chumbo subia 0,78%, a US$ 2.144 a tonelada, o estanho operava estável, a US$ 19.595 a tonelada, o zinco avançava 1,33%, a US$ 2.591 a tonelada, e o níquel tinha alta de 0,56%, a US$ 8.935 a tonelada.
Jornal do Comércio - 21/06/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2017 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP