segunda-feira, 10 de julho, 2017

Cobre opera em baixa, com dólar mais forte

Os preços do cobre operam em baixa na manhã desta segunda-feira (10), pressionados por um dólar mais forte em relação a outras moedas fortes. Por volta das 8h, a tonelada do cobre para três meses na LME recuava 0,27%, a US$ 5.815,00. Já o metal para entrega em setembro tinha queda de 0,26%, a US$ 2,6400 por libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex). A economia americana adicionou 222 mil empregos em junho, em um resultado bastante acima da expectativa de 174 mil empregos, de economistas consultados pelo Wall Street Journal. A surpresa do resultado fez com que os rendimentos dos títulos do Tesouro americano avançassem e o dólar continuasse o seu rali, saindo de mínimas recentes ante o euro e o iene. Essa força do dólar pesou nos preços de metais, na avaliação da economista Simona Gambarini, da Capital Economics. Os números fortes do relatório de empregos do mês passado "aumentaram as expectativas em relação a um aperto monetário pelo Federal Reserve", disse Gambarini. Entre outros metais básicos na LME, o alumínio caía 0,39%, a US$ 1.923,50 por tonelada; o zinco recuava 0,36%, a US$ 2.778,00 por tonelada; o chumbo perdia 0,70%, a US$ 2.284,00 por tonelada; o estanho cedia 0,68%, a US$ 19.600,00 por tonelada; e o níquel tinha baixa de 0,38%, a US$ 8.945,00 por tonelada.
Jornal do Comércio - 10/07/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2017 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP