quinta-feira, 13 de julho, 2017

Exportação de suco tem menor volume desde 1991

A exportação de suco de laranja do Brasil, maior exportador global, encerrou a temporada 2016/17 (julho/junho) no menor nível em mais de 25 anos, com o setor sofrendo o impacto de uma quebra acentuada de safra, informou nesta segunda-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR). O setor registrou uma queda de 18,6 por cento na oferta de laranja na safra 16/17, para 245,31 milhões de caixas. Dessa forma, as exportações brasileiras de suco de laranja congelado e concentrado equivalente a 66º Brix (FCOJ Equivalente) somaram 894.669 toneladas no acumulado da safra 2016/2017, uma redução de 17 por cento ante o volume da temporada 2015/2016, de acordo com os dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) citados pela CitrusBR. Foi o pior patamar desde a safra 1990/91, quando as exportações somaram cerca de 802 mil toneladas. A receita gerada com os embarques na temporada 2016/17 teve queda de 7 por cento na comparação com a safra anterior, somando 1,621 bilhão de dólares, o menor valor obtido pelo setor desde 2009/10. Essa indústria já chegou a exportar mais de 2 bilhões de dólares, em seus melhores momentos. O resultado em divisas não foi tão ruim comparativamente com o volume porque os preços amenizaram a queda nos embarques. "O preço por tonelada foi melhor, mas como foi muito baixo o volume... Cai na história de que faltou suco", afirmou o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto.
CitrusBR - 11/07/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2017 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP