quarta-feira, 19 de julho, 2017

Frio vai afetar ainda mais o preço do boi, que está em queda

A ressaca da sequência de crises vividas pelo setor de carne continua empurrando os preços do boi gordo para baixo. O pecuarista se defronta, agora, com um novo problema: o clima frio. As baixas temperaturas limitam o desenvolvimento da pastagem, segundo Mariane Crespolini, pesquisadora do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada). O produtor que estiver com o gado pronto para o abate não vai poder postergar a venda do gado devido às condições ruins do pasto. Isso aumenta a oferta, e os preços deverão continuar em patamares baixos. A má qualidade dos pastos é mais um fator de pressão sobre os preços do boi, que já vinha caindo. No mês passado, a arroba chegou a ser negociada a R$ 112,9 em Mato Grosso, Estado que tem o maior rebanho do país. Na média do mês, os preços estiveram em R$ 115,68, com queda de 13% em relação aos do mesmo período de 2016. Os dados são do Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária), que acompanha diariamente os preços do boi gordo no Estado de Mato Grosso.
Notícias Agrícolas - 19/07/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2017 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP