sexta-feira, 04 de agosto, 2017

Cobre opera em leve baixa, com realização de lucros após altas recentes

O cobre opera em baixa moderada nesta quarta-feira, com realização de lucros após altas recentes. Além disso, há expectativa pela divulgação de dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos. O cobre para três meses operava em baixa de 0,28%, a US$ 6.329,50 a tonelada, na London Metal Exchange (LME), por volta das 7h30 (de Brasília). Já o cobre para setembro caía 0,12%, a US$ 2,8775 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), às 7h50. Às 9h15, será divulgado o relatório de geração de empregos no setor privado dos EUA da ADP. O dado é considerado uma prévia do relatório de empregos (payroll) do Departamento de Trabalho, na sexta-feira. Um sinal forte do mercado de trabalho pode fortalecer o argumento por uma elevação de juros em breve no país. “Nós esperamos um resultado forte, de 200 mil vagas, o que levaria a mais um aperto no mercado de trabalho, impulsionando a inflação e levando a uma alta de juros ainda neste ano”, afirmou Simona Gambarini, economista de commodities da Capital Economics. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal preveem que tenham sido criados 180 mil novos postos no setor privado dos EUA em julho. Um dado forte nesta manhã impulsionaria o dólar e, consequentemente, pressionaria o contrato do cobre. O metal é cotado nesta moeda e, nesse caso, fica mais caro para os detentores de outras divisas, o que reduz o apetite dos investidores. Entre outros metais básicos negociados na LME, o zinco caía 0,81%, a US$ 2.762 a tonelada, o alumínio subia 0,71%, a US$ 1.923 a tonelada, o estanho caía 0,39%, a US$ 20.445 a tonelada, o níquel tinha alta de 0,20%, a US$ 10.245 a tonelada, enquanto o chumbo caía 0,02%, a US$ 2.336 a tonelada.
Infomet - 03/08/17
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2017 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP