segunda-feira, 18 de setembro, 2017

Dólar fecha em leve queda nesta sexta, mas encerra a semana em alta

Após passar quase todo o dia de negócios em alta, dólar fechou em leve queda sobre o real nesta sexta-feira (15), mas encerrou a semana em alta. A moeda norte-americana caiu 0,03%, vendida a R$ 3,1147. Veja a cotação do dólar hoje. Na semana, no entanto, houve alta de 0,65%. Na semana e no ano, há recuo acumulado de 1,04% e 4,15%, respectivamente. Mais cedo, a moeda subia acompanhando o desempenho de moedas emergentes no exterior após dados fracos sobre a economia dos Estados Unidos e mesmo após o Banco Central ter anunciado que retomará a rolagem de contratos de swap cambial tradicional que vencem em outubro, segundo a Reuters. "A moeda está acompanhando de perto o desempenho do dólar ante as divisas emergentes", disse um profissional da mesa de derivativos de uma corretora local à agência. As vendas no varejo dos Estados Unidos caíram inesperadamente em agosto, apresentando um recuo de 0,2% contra previsão de alta de 0,1%. Já a produção industrial no mês passado recuou 0,9%, ante projeção de alta de 0,1%. Após a divulgação dos dados, o dólar perdeu força e diminuíram as apostas de nova alta de juros pelo Federal Reserve, banco central norte-americano, no encontro de dezembro. Os operadores passaram a ver 53% de chances, de 58% antes. Cenário local Internamente, os investidores seguiam cautelosos em relação ao cenário político, ainda segundo a Reuters, um dia depois de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ter feito a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. "Assim como a primeira, acreditamos que a denúncia será barrada. O efeito negativo se daria através de certo atraso da tramitação de reformas, por exemplo. Na Câmara, espera-se que ao menos 20 a 30 dias sejam gastos com isso", justificou a corretora Guide em relatório. Leilão do BC O BC anunciou na véspera que vai ofertar em leilão nesta sexta-feira até 12 mil contratos, com vencimento em 2 de janeiro de 2018, 2 de abril de 2018 e 2 de julho de 2018. Entretanto, se mantiver esse volume de contratos até o final do mês, o BC rolará apenas parcialmente a oferta. Daqui até o final de setembro, o BC terá dez dias para realizar os leilões, considerando que não costuma realizá-los no último dia do mês. "Se fosse levado em conta apenas o anúncio da rolagem, o viés para a moeda seria de baixo. Mas o mercado já vinha especulando sobre a rolagem do swap e o dólar chegou a subir alguns pregões por essa razão", explicou à Reuters um outro profissional de câmbio de uma corretora.
G1 - 15/09/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP