terça-feira, 19 de setembro, 2017

Setor de fundição espera crescer 10% em 2017

“Estamos há sete meses em crescimento e existe a expectativa - pelas encomendas, pelas consultas – de que {o crescimento} continue até o final do ano”, disse Roberto João de Deus, diretor da Abifa - Associação Brasileira de Fundição, em entrevista ao Jornal da Band. A produção do setor cresceu 6,8% de janeiro a julho sobre o mesmo período de 2016 e a entidade espera que o aumento chegue a 10% até o final do ano, acompanhando o crescimento verificado na indústria automotivo, seu principal cliente. Todos os segmentos de produção (ferro, aço e não-ferrosos) estão em alta. O melhor desempenho é registrado pelos não-ferrosos, com alta de 62,4%, impulsionado pelo alumínio que, de janeiro a julho deste ano, cresceu 77,5%, na comparação com o mesmo período de 2016, refletindo o aumento do uso deste material pela indústria automotiva. Aliás, o volume total de produção de fundidos não-ferrosos no acumulado do ano supera o total produzido de fundidos em aço. De acordo com o executivo, o crescimento está associado à melhora da indústria automobilística, um dos principais clientes do setor, e ao aumento de exportações. "A expectativa é encerrar 2017 com 2,3 milhões de toneladas produzidas", disse em entrevista em à Folha de S. Paulo.
Infomet - 18/09/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP