segunda-feira, 11 de setembro, 2017

Superintendência do Cade defende reprovar compra da Votorantim Siderurgia por ArcelorMittal

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou nesta terça-feira (5) a reprovação da aquisição da Votorantim Siderurgia pela ArcelorMittal Brasil, segundo nota distribuída à imprensa. O caso será agora analisado pelo tribunal do Cade, a quem caberá a palavra final sobvre a operação. A Superintendência do Cade avaliou que a operação afeta os mercados de aços longos comuns, além dos mercados regionais de corte e dobra de vergalhões e compra de sucata. União Em fevereiro, a ArcelorMittal Brasil e a Votorantim anunciaram que fecharam um acordo para unir as operações de aços longos no país. Segundo as empresas, a combinação dos negócios resultará em um produtor de aços longos com capacidade anual de produção de 5,6 milhões de toneladas de aço bruto e de 5,4 milhões de toneladas de laminados. Pelo acordo, a Votorantim Siderurgia passará a ser uma subsidiária da ArcelorMittal Brasil e a Votorantim passará a deter uma participação minoritária no capital da ArcelorMittal Brasil. O acordo de fusão depende de aprovações regulatórias no Brasil, incluindo a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). O acordo inclui as plantas da ArcelorMittal Brasil em Monlevade, Cariacica, Juiz de Fora, Piracicaba e Itaúna, e as plantas da Votorantim Siderurgia em Barra Mansa, Resende e a participação acionária na Sitrel, em Três Lagoas. A transação deverá gerar sinergias de custos, logísticas e operacionais.
Infomet – 06/09/2017
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP