terça-feira, 09 de janeiro, 2018

Balança registra retração na importação de adubos na primeira semana de janeiro

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços divulgou nesta segunda-feira (8), que a balança comercial registrou superávit de US$ 513 milhões na primeira semana de janeiro, resultado de exportações no valor de US$ 2,957 bilhões e importações de US$ 2,444 bilhões. Com isso, nas exportações, comparadas as médias da 1ª semana de janeiro/2018 (US$ 739,3 milhões) com a de janeiro/2017 (US$ 677,6 milhões), houve crescimento de 9,1%, em razão do aumento nas vendas de produtos manufaturados (+23,5%, de US$ 232,8 milhões para US$ 287,4 milhões, por conta de aviões, tubos de ferro fundido, motores e turbinas para aviação, óxidos e hidróxidos de alumínio, torneiras, válvulas e partes) e de semimanufaturados (+1,7%, de US$ 118,1 milhões para US$ 120,0 milhões, por conta de semimanufaturados de ferro/aço, celulose, ferro fundido, ferro-ligas, catodos de cobre). Por outro lado, caíram as vendas de produtos básicos (-0,05%, de US$ 308,5 milhões para US$ 308,3 milhões, por conta, principalmente, de petróleo em bruto, farelo de soja, fumo em folhas, minério de manganês e minério de ferro). Relativamente a dezembro/2017, houve retração de 16,0%, em virtude da queda nas vendas das três categorias de produtos: manufaturados (-21,1%, de US$ 364,1 milhões para US$ 287,4 milhões), básicos (-15,2%, de US$ 363,7 milhões para US$ 308,3 milhões) e semimanufaturados (-8,6%, de US$ 131,2 milhões para US$ 120,0 milhões). Por outro lado, nas importações, a média diária da 1ª semana de janeiro/2018, de US$ 610,9 milhões, ficou 10,2% acima da média de janeiro/2017 (US$ 554,4 milhões). Nesse comparativo, cresceram os gastos, principalmente, com químicos orgânicos e inorgânicos (+71,1%), veículos automóveis e partes (+42,4%), farmacêuticos (+39,2%), plásticos e obras (+28,1%), equipamentos eletroeletrônicos (+20,9%). Ante dezembro/2017, houve retração nas importações de 3,0%, pelas diminuições em bebidas e álcool (-77,6%), adubos e fertilizantes (-69,8%), combustíveis e lubrificantes (-30,8%), cereais e produtos da indústria da moagem (-22,5%) e farmacêuticos (-5,4%).
GlobalFert - 08/01/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP