segunda-feira, 15 de janeiro, 2018

Moagem cai, mas produtividade sobe

Embora a moagem de cana-de-açúcar tenha registrado queda de 1,4% desde o início da safra 2017/2018 até o dia 1º de janeiro, para 583,39 milhões de toneladas, a produtividade apresentou um incremento de 2,59% no período. Os dados da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) apontam que a concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada atingiram 137,32 quilos. “Essa melhora na qualidade da matéria-prima compensou a redução de moagem registrada até o final de dezembro, evitando uma queda na quantidade de produtos obtidos a partir do processamento da cana na safra atual”, disse em nota o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues. Segundo ele, a safra 2017/2018 está praticamente encerrada na região Centro-Sul, com apenas quatro unidades produtoras ainda em funcionamento este ano. A quantidade de cana-de-açúcar que será processada em março, por sua vez, dependerá das condições climáticas a serem observadas nesse período de entressafra, acrescenta Padua. Etanol Da quantidade total de cana processada desde o início da safra, 53,07% foram destinadas à produção de etanol. No acumulado do ano, a produção atingiu 25,22 bilhões de litros, sendo 14,57 bilhões de litros de hidratado e 10,66 bilhões de litros de anidro. Segundo a Unica, o volume de etanol comercializado pelas unidades produtoras do Centro-Sul, entre 1º de abril e 31 de dezembro do ano passado, totalizou 19,99 bilhões de litros – queda de 1,91%. Essa retração reflete, sobretudo, a redução de 6,89% das vendas domésticas de etanol anidro, que somaram 7,17 bilhões de litros em 2017.
DCI - 15/01/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP