segunda-feira, 05 de fevereiro, 2018

Argentina: mais de 65% da soja da zona núcleo pode sentir os efeitos da falta de água

Na Argentina, a soja de primeira etapa está bastante prejudicada em seu momento de definição. A condição regular está em 20%, enquanto 45% da soja está em bom estado, mas este número tende a cair se o auxílio urgente das chuvas não chegar, como detalha o novo boletim da Bolsa de Comércio de Rosario (BCR). Essa soja, que foi plantada mais precocemente, está entre "muito boa e em excelentes condições" em 35% da zona núcleo. Os melhores quadros estão na zona mais privilegiada: o centro-sul de Santa Fé e uma parte do oeste de Córdoba. Nesses locais, as chuvas foram mais frequentes, presentes em todas as semanas, por mais que fossem modestas ou escassas. Os volumes recebidos, de 15mm a 35mm, permitiram que os cultivos pudessem avançar sem contratempos para as fases R4 a R5, quando se inicia o período mais crítico, no qual a disponibilidade de água impacta diretamente no rendimento. Por isso, esse é o pior momento para que se instale um centro de alta pressão que afete o auxílio das chuvas. No restante da região, que já se encontra sem água há tempo, exigindo bastante da umidade, a seca já começou a ser evidente. Desta forma, a condição regular subiu 10%, passando para 20%. Embora 45% da soja esteja em boas condições, o quadro piorou na última semana. Os engenheiros agrícolas que estão nas zonas mais afetadas de Buenos Aires alertaram que, se não ocorrerem chuvas nos próximos 15 dias, os rendimentos podem ser significantemente menores no resultado final. Na região núcleo, portanto, os quadros regulares a ruins subiram 20%. São 400 mil hectares afetados, ou seja, 35% do total. Enquanto o cultivo segue adentrando na fase de floração, já com 377% dos quadros, já são observadas áreas nas quais plantas estão morrendo. Ainda há tempo, mas o crescimento está muito condicionado, alerta a BCR. Embora a seca também esteja atingindo o milho, aqueles plantados em primeira etapa não devem ter grandes diferenças no rendimento, que deve ficar por volta dos 8700kg.
Notícias Agrícolas - 05/02/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP