segunda-feira, 26 de fevereiro, 2018

Cobre opera em alta, beneficiado por pausa no rali do dólar

O cobre opera com ganhos na manhã desta segunda-feira (26), beneficiado pela perda de fôlego do dólar, após um rali recente da moeda americana. Por volta das 8h (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,82%, a US$ 7.168 a tonelada, na London Metal Exchange (LME), com investidores chineses iniciando sua primeira semana completa no trabalho desde o feriado prolongado do ano-novo lunar. Às 9h04min, o cobre para março avançava 0,12%, a US$ 3,2165 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex). "O ano-novo lunar interferiu nas negociações e vimos as commodities limitadas pelo avanço do dólar", disse Will Adams, diretor de pesquisas da FastMarkets. Quando o dólar se valoriza, isso torna as commodities denominadas nessa moeda mais caras para os detentores de outras divisas. Nesta semana, há expectativa pelo depoimento do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, na terça-feira e na quinta-feira desta semana no Congresso americano. A fala de Powell pode influenciar o dólar e, consequentemente, as commodities. Os discursos de outros dirigentes do Fed também merecerão atenção na semana. Entre outros metais básicos negociados na LME, o zinco subia 0,63%, a US$ 3.533,50 a tonelada, o alumínio avançava 0,65%, a US$ 2.161,50 a tonelada, o estanho tinha ganho de 0,51%, a US$ 21.675 a tonelada, o níquel subia 1,60%, a US$ 13.960 a tonelada, e o chumbo avançava 1,08%, a US$ 2.567 a tonelada.
Jornal do Comércio - 26/02/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP