sexta-feira, 23 de fevereiro, 2018

Cobre opera em queda, pressionado pela força do dólar

O cobre opera em baixa na manhã desta sexta-feira (23), novamente pressionado pela força do dólar. Com isso, o metal não mostra fôlego para estender a alta da sessão anterior. Às 8h15min (de Brasília), o cobre para três meses caía 0,75%, a US$ 7.116,50 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). O cobre para março, por sua vez, recuava 1,19%, a US$ 3,2030 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), às 8h28min. "O dólar avança e os metais caem, em uma continuação dos movimentos vistos ao longo do último mês", comentou Carsten Menke, analista de commodities do Julius Baer. Quando o dólar aprecia, as commodities, negociadas nessa moeda, torna-se mais cara para os detentores de outras divisas. O dólar tem sido apoiado pela expectativa de um aperto monetário nos Estados Unidos. As apostas monitoradas pelo CME Group mostram 83,1% de chance de uma alta de juros na próxima reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), em março. Entre outros metais básicos negociados na LME, o zinco caía 1,03%, a US$ 3.493,50 a tonelada, o alumínio recuava 0,89%, a US$ 2.166 a tonelada, o estanho tinha baixa de 0,02%, a US$ 21.480 a tonelada, o níquel perdia 0,43%, a US$ 13.760 a tonelada, e o chumbo caía 0,82%, a US$ 2.531 a tonelada.
Jornal do Comércio - 23/02/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP