quarta-feira, 07 de fevereiro, 2018

Elétrica CEEE prevê ter até março modelagem para vender complexo eólico

SÃO PAULO - O braço de investimentos em geração e transmissão da elétrica CEEE, do governo do Rio Grande do Sul, deve receber até março resultados de estudos contratados para definir uma modelagem para a venda de seu complexo eólico Povo Novo, atualmente em construção no Estado, segundo documento da companhia à Comissão de Valores Mobiliários nesta terça-feira. A possível negociação do empreendimento, que terá cerca de 50 megawatts em capacidade quando concluído, vem em meio a uma difícil situação financeira do Grupo CEEE e do Estado do Rio Grande do Sul, que tem inclusive atrasado pagamentos de salários a servidores. "Foi constituído Grupo de Trabalho para realizar os estudos para modelagem econômico-financeira e... o prazo para a entrega dos trabalhos é final de fevereiro, início de março de 2018", aponta a ata de uma reunião do Conselho de Administração da companhia realizada em 29 de janeiro e divulgada nesta terça. Segundo documentos da área de fiscalização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), as três usinas que compõem o complexo eólico Povo Novo estão atualmente com obras paralisadas. Uma delas não tem previsão de conclusão, enquanto as outras duas são esperadas para meados de 2019. Na reunião, o Conselho da CEEE aprovou ainda um aporte de 50,85 milhões de reais nas empresas responsáveis por tocar as obras das usinas eólicas do complexo. Procurada, a CEEE não comentou de imediato a possível venda do complexo eólico e nem o aporte de recursos no empreendimento. Na época em que obteve a licença para implementar o complexo, a CEEE estimou que as usinas deveriam receber investimento de cerca de 266 milhões de reais, com conclusão das obras então prevista para 2016.
DCI - 06/02/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP