sexta-feira, 04 de maio, 2018

Carne de frango: novas tendências da exportação mundial

Em novas projeções sobre as tendências das exportações mundiais de carne de frango em 2018 (divulgadas em abril passado), o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) reviu para baixo os números inicialmente projetados. Assim, enquanto nas projeções de novembro de 2017 previa exportações cerca de 3,7% maiores que as de 2017, agora prevê que o incremento não irá muito além dos 2%. A maior parte do recuo em relação à previsão inicial é ocasionada pelas exportações brasileiras. Originalmente, o USDA estimou que elas pudessem chegar aos 4,150 milhões de toneladas, o que representaria expansão de quase 8% sobre os 3,847 milhões de toneladas de 2017 (esses totais não levam em conta a exportação de pés/patas de frango). Agora, são previstos 3,875 milhões de toneladas, 0,73% a mais que o exportado em 2017, mas 6,63% a menos que o previsto em novembro do ano passado. A ressaltar que essas projeções são anteriores à divulgação da Operação Trapaça (março/18) e ao embargo parcial da União Europeia à carne de frango salgada do Brasil (abril/18). Portanto, mesmo sendo mais recentes, as previsões em relação ao Brasil ainda podem ser mais afetadas. Mantidas as projeções atuais, os cinco principais exportadores mundiais de carne de frango – pela ordem, Brasil, EUA, União Europeia, Tailândia e China – responderão em 2018 por 9,577 milhões de toneladas, 85% do total negociado internacionalmente.
Agrolink - 04/05/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP