quarta-feira, 23 de maio, 2018

Preço do combustível subiu mais de 12% desde 2017 e tem variação de até 80 centavos em municípios de MT

O preço médio do litro da gasolina, do etanol e do diesel variam até 80 centavos nas bombas dos postos localizados em sete municípios do estado, que são acompanhados semanalmente pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A variação foi apontada no último levantamento feito pela ANP em até 159 postos de combustíveis localizados em Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis, Alta Floresta, Sinop e Sorriso, na semana do dia 13 ao dia 19 deste mês. A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado, que permite reajustes com maior frequência, inclusive diariamente, o que tem gerado reclamação por parte dos consumidores. Na semana passada, por exemplo, foram 5 reajustes diários seguidos. Conforme a ANP, o preço médio do litro da gasolina no estado chegou a variar de R$ 4,03, em Cuiabá, a até R$ 4,83 em Alta Floresta, a 800 km da capital – sendo que, neste município, em alguns postos, a gasolina foi encontrada a R$ 4,99/litro. O município onde a gasolina podia ser encontrada com o preço mais barato era a capital, onde alguns postos estavam revendendo o produto a R$ 3,55/litro. O preço pago pelos consumidores pelo litro do etanol também apresenta diferença grande entre os municípios, sendo encontrado pelo valor médio mínimo de R$ 2,59 em Várzea Grande, região metropolitana da capital, até R$ 3,27 nas bombas dos postos de Alta Floresta. O preço mais barato foi encontrado em bombas da capital, onde os consumidores conseguiram abastecer por R$ 2,27/litro, e o mais caro, em Alta Floresta: R$ 3,57/litro. O valor do litro do diesel nos postos de combustível também apresenta variação significativa, com valor médio mínimo de R$ 3,61, em Várzea Grande, a até R$ 4,22 em Alta Floresta. O menor preço encontrado nas bombas pelas equipes da ANP foi de R$ 3,48/litro em Várzea Grande e o maior preço, de R$ 4,38, em postos de Alta Floresta. Reajuste nos preços Em 15 meses, a soma dos reajustes de combustíveis em Mato Grosso ultrapassam 12%, segundo balanço divulgado na terça-feira (22) pelo Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo). Segundo o relatório, de janeiro de 2017 a maio deste ano, o governo estadual aumentou o Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) da gasolina em 12,9%, do diesel em 12,6% e do etanol em 13,3%. O PMPF é uma base cálculo estabelecida pelo governo estadual que serve de parâmetro para a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que também incide sobre os preços dos combustíveis. Redução nas refinarias Após uma sequência de reajustes, a Petrobras anunciou que irá reduzir os preços da gasolina em 2,08% e os do diesel em 1,54% nas refinarias a partir desta quarta-feira (23), após discussões dentro do governo sobre a alta dos preços dos combustíveis e protestos de caminhoneiros. Segundo informou a petroleira, o preço da gasolina nas refinarias cairá de R$ 2,0867 o litro para R$ 2,0433 a partir desta hoje. Já o preço do diesel será reduzido de R$ 2,3716 para R$ 2,3351. Na véspera, a estatal tinha anunciado um novo aumento nos preços do diesel e da gasolina, elevando os preços dos combustíveis para novas máximas. Desde o início da nova política de reajustes adotada pela Petrobras, o preço da gasolina comercializada nas refinarias acumulava aumento de 58,76% e o do diesel, de 59,32%, segundo o Valor Online.
Cenário MT - 23/05/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP