quarta-feira, 13 de junho, 2018

Ouro fecha em queda após cúpula entre Trump e Kim Jong-un e às vésperas do Fed

O ouro perdeu o nível psicológico de US$ 1,3 mil por onça-troy nesta terça-feira (12) ao fechar no menor nível em mais de uma semana. O acordo entre Estados Unidos e Coreia do Norte sobre a desnuclearização da Península Coreana enfraqueceu a demanda pelo ativo considerado seguro, enquanto investidores aguardam, ainda, a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano). Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para entrega em agosto fechou em baixa de 0,29%, a US$ 1.299,40 por onça-troy. A queda dos preços do ouro se deu após o Departamento do Trabalho dos EUA mostrar que a inflação ao consumidor no país continua em alta, em um sinal para os mercados de que o Fed irá elevar os juros nesta semana e, possivelmente, mais vezes durante o ano. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de maio mostrou avanço anual de 2,8%, acima da marca de 2,7% esperada por analistas consultados pelo Wall Street Journal. Na comparação com abril, o CPI subiu 0,2% em maio, em linha com a previsão. "Em geral, a redução dos riscos geopolíticos é uma coisa boa, mas a falta de detalhes sobre a reunião, incluindo a ausência de cronogramas, pode ser um agravante", disse o diretor de investimentos da Independent Advisor Alliance, Chris Zaccarelli. O presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, assinaram um documento conjunto prometendo trabalhar para a completa desnuclearização da Península Coreana, mas a declaração foi criticada por não haver detalhes sobre como o processo seria verificado.
Jornal do Comércio - 12/06/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP