quinta-feira, 26 de julho, 2018

Argentina: milho deixou melhores margens do que a soja em Córdoba

Segundo o Departamento de Informação Agroeconômica (DIA) da Bolsa de Cereais de Córdoba, "em uma safra marcada por uma das piores secas da história, as margens de milho e soja na província de Córdoba, na Argentina, tiveram resultados dispares, embora os preços de ambos os cultivos estivessem altos no momento da colheita". No caso da oleaginosa, a queda nos rendimentos não pode ser compensada pela alta no preço, provocando uma queda nas margens tanto em campo próprio quanto em campo arrendado. No cereal, embora o rendimento médio tenha caído 2000kg por hectare, o aumento no valor permitiu que os resultados fossem melhores do que o ciclo 2016/17. O rendimento médio da soja em Córdoba, como consequência da seca, ficou em 2050kg por hectare, um dos menores resultados dos últimos anos. Já em termos de valor, a oleaginosa foi vendida a US$305 a tonelada no momento da colheita. O milho, por sua vez, deve encerrar com um rendimento de 6500kg por hectare, com um valor de US$160 por tonelada durante a colheita - o que representa uma alta de US$24 em relação ao ano anterior.
Notícias Agrícolas - 26/07/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP