quinta-feira, 07 de fevereiro, 2019

Cobre opera em alta, dando prosseguimento a rali deste ano

Os futuros de cobre operam em alta na manhã desta terça-feira, dando continuidade ao rali visto este ano, com volume de negócios reduzido em meio ao feriado do ano-novo lunar, que mantém os mercados chineses fechados nesta semana. Às 9h40 (de Brasília), o cobre para entrega em três meses na London Metal Exchange (LME) subia 0,30%, a US$ 6.200,00 por tonelada, ampliando os ganhos acumulados na semana a 1%. Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre com vencimento em março tinha alta de 0,27%, a US$ 2,8020 por libra-peso, às 10h36 (de Brasília). O índice WSJ do dólar, que acompanha a moeda americana em relação a uma cesta de 16 divisas, se valoriza levemente nesta manhã, mas acumula perdas de mais de 1% nos últimos três meses com a redução das expectativas para novas altas de juros nos Estados Unidos. O dólar enfraquecido torna o cobre mais barato para operadores que utilizam outras moedas. "Nas últimas semanas, houve um movimento mais forte no sentido de adotar uma visão positiva para as commodities e isso está relacionado a expectativas de que o dólar se enfraquecerá", comentou Hunter Hillcoat, analista de mineração da Investec Securities. Com vários mercados asiáticos fechados esta semana em função da comemoração do ano-novo lunar, a liquidez nos mercados de metais tem sido muito fraca e assim deverá continuar nos próximos dias, segundo analistas. Mas o salto de quase 5% que o cobre vem exibindo desde o começo do ano deverá se estender quando os volumes de negócios voltarem ao normal, ressaltam. Investidores também aguardam indicadores econômicos americanos, a ser divulgados nas próximas horas, assim como o discurso do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre o Estado da União, a partir da 0h desta quarta-feira. Entre outros metais na LME, o viés era majoritariamente negativo. No horário indicado acima, o alumínio caía 0,31%, a US$ 1.914,50 por tonelada, o zinco tinha queda de 1,59%, a US$ 2.756,00 por tonelada, o níquel recuava 2%, a US$ 12.970,00 por tonelada, e o chumbo perdia 0,89%, a US$ 2.109,50 por tonelada. Exceção no mercado inglês, o estanho mostrava alta marginal de 0,05%, a US$ 20.875,00 por tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.
Terra - 05/02/2019
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP