quarta-feira, 27 de fevereiro, 2019

Metais: cobre opera em alta, apoiado por queda da oferta mundial do metal

Os futuros do cobre operam em alta moderada na manhã desta quarta-feira, em razão da queda da oferta mundial do metal. Por volta das 8h20 (de Brasília), o cobre para entrega em três meses negociado na London Metal Exchange (LME) subia 0,2%, a US$ 6.479,50 por tonelada. Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para maio avançava 0,17%, a US$ 2,9555 por libra-peso, às 8h55 (de Brasília). Os estoques de cobre têm contribuído para os recentes ganhos do metal nas últimas semanas, pressionando os preços para cima a um patamar que não era visto desde julho do ano passado. A mineradora Rio Tinto, por exemplo, prometeu ontem retornos recordes aos acionistas ao anunciar um aumento de 56% no lucro líquido anual . Ontem, um relatório do banco britânico Barclays avaliou que a demanda pelo cobre deve crescer mais do que a oferta neste ano, particularmente em função de alguns aumentos nas tarifas de mineração da África. Alguns analistas dizem que o setor de cobre está caminhando para uma crise de oferta nos próximos anos. Entre os outros metais básicos negociados na LME, a tendência era majoritariamente negativa. No horário indicado acima, o alumínio caía 0,05%, para US$ 1.916,00 a tonelada, o zinco se mantinha estável, para US$ 2.743,00 a tonelada, o estanho recuava 0,6%, para US$ 21.485,00 a tonelada, e o níquel perdia 0,39%, para US$ 12.885,00 a tonelada. Exceção no mercado inglês, o chumbo aumentava 1,06%, a US$ 2.116,00 por tonelada. (Gabriel Wainer, com informações da Dow Jones Newswires – [email protected])
IstoÉ - 27/02/2019
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP