sexta-feira, 05 de abril, 2019

Safra de algodão 19/20 do Brasil deve crescer 5%, com recorde de exportações, diz USDA

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de algodão do Brasil deve avançar 5 por cento e bater recorde histórico de 12,5 milhões de fardos na temporada 2019/20, com mais da metade deles destinados para exportação, avaliou nesta sexta-feira o adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês). Segundo o adido, a área plantada com a fibra será de 1,65 milhão de hectares, um aumento de 5 por cento em relação à estimativa de 2018/19 e maior área dedicada ao algodão desde 1991/92, quando quase 2 milhões de hectares foram utilizados. Os principais Estados produtores, de acordo com o governo dos Estados Unidos, seguem sendo Mato Grosso, com cerca de dois terços da geração total, e Bahia, que produz de 20 por cento a 25 por cento. O USDA destacou ainda que a previsão para as exportações é de 7 milhões de fardos, 56 por cento da produção total e também recorde, acima exatamente da temporada atual, na qual o Brasil deve ultrapassar a Índia e se tornar o segundo maior exportador de algodão do mundo, abaixo apenas dos EUA.(https://bit.ly/2UwYI3T) O departamento pondera, entretanto, que nos anos comerciais de 2018/19 e 2019/20 "os produtores brasileiros devem enfrentar maiores custos e menores preços que durante a temporada anterior". "O risco político deve continuar tendo impacto notável na taxa de câmbio e, consequentemente, nos preços de commodities no Brasil", acrescentou.
Notícias Agrícolas - 05/04/2019
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP