Notícias por Grupos (Bebidas tônicas)
ID NoticiaTituloFonteResumoLinkData NoticiaProdutoID_1Produto_1ProdutoKey_1ProdutoID_2Produto_2ProdutoKey_2ProdutoID_3Produto_3ProdutoKey_3
Nutrição Esportiva Deve Crescer Até 15% em 2018

19/12/2017 - O mercado de nutrição esportiva no Brasil deve crescer entre 12% e 15% em 2018 e movimentar cerca de R$ 2,5 bilhões, projeta a Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais (Abenutri). "Os clientes desse mercado estão dispostos a investir em bem-estar.", comenta o presidente da entidade, Marcelo Bella. Ainda segundo a estimativa da associação, é esperado um crescimento, neste ano, superior ao registrado em 2016, quando o mercado cresceu 9%. Segundo Bella, diante de uma maior estabil

Nutrição Esportiva Deve Crescer Até 15% em 2018

19/12/2017 - O mercado de nutrição esportiva no Brasil deve crescer entre 12% e 15% em 2018 e movimentar cerca de R$ 2,5 bilhões, projeta a Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais (Abenutri). "Os clientes desse mercado estão dispostos a investir em bem-estar.", comenta o presidente da entidade, Marcelo Bella. Ainda segundo a estimativa da associação, é esperado um crescimento, neste ano, superior ao registrado em 2016, quando o mercado cresceu 9%. Segundo Bella, diante de uma maior estabil

Heineken vai usar sistema de distribuição da Brasil Kirin

02/06/2017 - A fabricante de bebidas Heineken, que concluiu na quinta-feira, 1º, a compra da Brasil Kirin – transação que havia sido anunciada em fevereiro, por R$ 2,2 bilhões –, afirmou que pretende usar o sistema de distribuição da Brasil Kirin, dona da marca Schin, para comercializar o portfólio da companhia. Hoje, os produtos da empresa no Brasil são distribuídos pelos engarrafadores da Coca Cola no País.

Ambev reduz em 43% consumo de água na produção de bebidas

17/05/2017 - A Ambev, fabricante de marcas como Guaraná Antarctica, DoBem, Fusion, Gatorade, Ama e Lipton reduziu em 43% o consumo de água na produção de suas bebidas nos últimos 14 anos. A empresa já havia batido em 2015 a meta global estabelecida para 2017 de usar ao máximo 3,2 litros de água para cada litro de bebida envasado. No último ano, a cervejaria foi ainda mais longe e chegou a 3,04 litros. A redução, em comparação a 2015, foi de 4,1%. A evolução permanente nos índices de consumo de água se dá pel

Anvisa proíbe fabricação e venda de marca de energético

28/03/2017 - São Paulo – A Anvisa proibiu nesta segunda-feira (27) a fabricação, distribuição e comercialização de todos os lotes da bebida D Dopamina Mindful Drink, 269 mL.

TNT cria lata de alumínio fashion

16/03/2017 - Para marcar presença na 43a edição da São Paulo Fashion Week, a marca de energéticos TNT, do Grupo Petrópolis, criou uma lata de alumínio customizada para o evento. O desenvolvimento da edição especial do rótulo utiliza os diferenciais de impressão da latinha para bebidas, que permitem a aplicação de artes diversificadas e tintas especiais.

Nestlé tem a menor expansão em 20 anos

24/02/2017 - O crescimento das vendas da Nestlé não teve uma queda tão íngreme quanto a das montanhas que cercam a sede do grupo suíço em Genebra. Mas, ainda assim, a desaceleração do ano passado foi de tirar o fôlego - especialmente para Mark Schneider, seu novo CEO. A maior companhia de alimentos e bebidas do mundo obteve um crescimento orgânico de apenas 3,2% em 2016, o menor em pelo menos duas décadas.

Brasil está exportando energético natural

09/12/2016 - Um energético natural à base de erva-mate e guaraná. Essa é a fórmula do Waker Energy Drink, da empresa brasiliense Brasil Mate, que já ganhou as gôndolas de pequenas lojas na França e de Portugal. A indústria está de olho em novos mercados, inclusive o dos Emirados Árabes Unidos.

Coca-Cola Femsa assume vendas do Monster Energy no Brasil

09/11/2016 - A Coca-Cola Femsa Brasil oficializa a comercialização de Monster Energy no Brasil. Todas as regiões de atuação da companhia distribuirão quatro produtos do portfólio de energéticos. Os energéticos são: Monster Energy Original, Monster Energy Lo Carb, Monster Energy Zero Ultra e Monster Energy Assault.

Chocolate em lata de alumínio para bebidas?

31/10/2016 - Depois de conquistar 100% dos fabricantes e consumidores de cervejas, energéticos e a maioria dos produtores de refrigerantes e sucos de frutas, a lata de alumínio para bebidas começa a inovar o mercado de alimentos. A belga Ovidias surge como a primeira marca de chocolates a embalar seus produtos nas populares latinhas.

Crescem vendas de água de coco e chá

19/10/2016 - A água de coco envasada e os chás prontos são as únicas categorias de bebidas não alcoólicas que crescem em vendas neste ano, de acordo com dados da consultoria Nielsen. No acumulado de janeiro a agosto, as vendas de água de coco avançaram 5,3% em volume, em comparação com o mesmo período de 2015. As vendas de chás prontos aumentaram 0,9% no mesmo intervalo. O mercado de bebidas não alcoólicas como um todo encolheu 7,2%.

Crescem vendas de água de coco e chá

19/10/2016 - A água de coco envasada e os chás prontos são as únicas categorias de bebidas não alcoólicas que crescem em vendas neste ano, de acordo com dados da consultoria Nielsen. No acumulado de janeiro a agosto, as vendas de água de coco avançaram 5,3% em volume, em comparação com o mesmo período de 2015. As vendas de chás prontos aumentaram 0,9% no mesmo intervalo. O mercado de bebidas não alcoólicas como um todo encolheu 7,2%.

Crescem vendas de água de coco e chá

19/10/2016 - A água de coco envasada e os chás prontos são as únicas categorias de bebidas não alcoólicas que crescem em vendas neste ano, de acordo com dados da consultoria Nielsen. No acumulado de janeiro a agosto, as vendas de água de coco avançaram 5,3% em volume, em comparação com o mesmo período de 2015. As vendas de chás prontos aumentaram 0,9% no mesmo intervalo. O mercado de bebidas não alcoólicas como um todo encolheu 7,2%.

Crescem vendas de água de coco e chá

19/10/2016 - A água de coco envasada e os chás prontos são as únicas categorias de bebidas não alcoólicas que crescem em vendas neste ano, de acordo com dados da consultoria Nielsen. No acumulado de janeiro a agosto, as vendas de água de coco avançaram 5,3% em volume, em comparação com o mesmo período de 2015. As vendas de chás prontos aumentaram 0,9% no mesmo intervalo. O mercado de bebidas não alcoólicas como um todo encolheu 7,2%.

Tags relacionadas
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP