quarta-feira, 30 de setembro, 2015

Burger King compra rival para crescer na França

O Burger King deu os primeiros passos para destronar o McDonald's do posto de líder do setor de fast-food no mercado francês, com um acordo para a compra da Quick, a rede de lanchonetes belga presente em toda a França.
Com a aquisição, o Burger King ampliará em dez vezes o número de seus restaurantes na França, retornando a um mercado que há décadas é dominado pela Quick e o McDonald's.
"A transação vai acelerar significativamente o crescimento de nossa rede Burger King na França, um mercado estrategicamente importante", disse ontem Daniel Schwartz, CEO da Restaurant Brands International, controladora do Burger King, durante o anúncio da operação ontem.
A França vem se mostrando cada vez mais interessante para as companhias de fast-food, uma vez que a demanda por hambúrgueres vem crescendo bastante. Um relatório da consultoria Gira Conseil mostrou que 970 milhões de hambúrgueres foram vendidos na França em 2013, representando metade de todos os sanduíches vendidos. Isso se compara a apenas um em cada sete em 2007.
As vendas nas lanchonetes fast-food superaram as dos restaurantes tradicionais pela primeira vez em 2012, provocando problemas de consciência em um país que se orgulha da alta cozinha.
Críticos locais vem atribuindo o declínio da tradição de se sentar à mesa para comer à crescente americanização da cultura francesa. O McDonald's foi o alvo dos protestos antiglobalização ocorridos na maior parte da década de 90 na França, mas de lá para cá ele reconstruiu sua reputação e hoje tem seu próprio apelido em francês, "McDo".
Ele tem agora 1.354 pontos de venda na França, incluindo o Louvre e a Champs-Elysées em Paris. O país é o segundo mercado mais lucrativo do McDonald's em termos de contribuição para o lucro operacional global.
O Burger King tem vendas anuais de € 5 milhões e aproximadamente 50 restaurantes na França. Após a transação, ele terá cerca de 500 unidades e vendas de € 1 bilhão, segundo informou em um comunicado.
O Burger King deixou a França em 1997 por causa de vendas fracas, retornando apenas em 2013, quando prometeu intensificar a competição contra o McDonald's e a Quick. Com o negócio, os pontos da Quick passarão a carregar o nome Burger King. Fora da França o nome Quick será mantido. A rede tem 509 restaurantes no mundo.
Por meio do negócio, o Groupe Bertrand, acionista majoritário do Burger King France, comprará o Quick Group da Qualium Investissement, uma subsidiária da Caisse des Dépôts, um fundo estatal de investimentos francês.
Valor Economico
Produtos relacionados
Ver esta noticia em: english
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP